Diretor da Brand comenta pesquisa DataFolha

Diretor da Brand comenta pesquisa DataFolha

A edição do jornal A Tribuna (Vitória-ES) desta quinta-feira, 01, traz uma análise dos principais resultados apurados pela pesquisa de intenção de voto mais recente, divulgada pelo Instituto DataFolha em 31/janeiro. A convite da editoria de política do jornal, nosso consultor especialista em eleições, Lucas Margotto, contribuiu com comentários sobre o cenário eleitoral de momento. Confira, na íntegra, a reflexão do especialista da Brand:

“Embora condenado, com chances reduzidas de disputar e ainda correndo risco de ter a prisão decretada antes das eleições, Lula manteve estável sua performance liderando todos os cenários testados pelo DataFolha. Isso indica um comportamento mais racional do que emocional dos eleitores que são simpáticos ao petista. Não custa lembrar que o ex-presidente encerrou o segundo mandato, em 2010, em um cenário econômico bastante positivo – PIB crescendo 7,5% naquele ano, com desemprego em queda – e isto talvez seja seu mais importante legado eleitoral.

Porém, com o futuro incerto e ameaçado Lula deve perder protagonismo político nos próximos meses. E, se ficar mesmo inelegível, a tendência é seu eleitorado aceitar a realidade e migrar, em boa parte, para opções de centro-esquerda como Ciro Gomes ou Marina Silva. A hipótese de um deles receber o apoio de Lula poderá pavimentar o caminho para o segundo turno. Mas também existe a perspectiva de, com a ausência do ex-presidente, líder nas pesquisas de opinião, ocorrer um processo de alienação e desinteresse nessa parcela dos eleitores; o que levaria a um expressivo índice de abstenções e votos brancos/nulos nas eleições de outubro. Será preciso aguardar novas sondagens para confirmar essa tendência.”

< !DOCTYPE html>